O item essencial: tripé

Curso de Fotografia

O tripé é uma ferramenta muito importante na fotografia, talvez mais importante que o flash. O tripé dá ao fotógrafo a liberdade de escolher sua profundidade de campo e de estudar a composição com calma. Dá trabalho utilizar tripé ? Sim, sem dúvida dá, mas o resultado é gratificante.

Alguns tripés permitem que se inverta a coluna central e chegue-se a poucos centímetros do chão com a câmera. Este é um grande recurso para fotos macro. Se não tiver dinheiro para um super tripé, compre um mais baratinho, não tem problema, é melhor um tripé simples a nenhum.

O que são filtros polarizadores?

Filtros polarizadores eliminam reflexos e brilhos de superfícies não metálicas e aumentam o contraste entre nuvens e céu. Ele deve ser usado quando fazemos fotografia outdoor e sempre que houverem reflexos não metálicos fortes. Ele funciona de forma rotativa, ou seja, o giramos na objetiva para obter a polarização desejada.

Existem dois tipos de polarizadores circulares (PL-C) e lineares (PL). Os polarizadores lineares, mais antigos, só podem ser utilizados em câmeras mecânicas que não possuam auto focus. Os polarizadores circulares podem ser utilizados em câmeras modernas ou antigas. Não há diferença na forma de operação para o fotógrafo. Os dois trabalham exatamente da mesma maneira.

Surpreenda-se com a Macrofotografia!

Curso de Fotografia

A fotografia macro é uma ótima opção para criar diferentes texturas e causar sensações. Com essas técnicas é possível fazer fotografias impactantes ou delicadas, ideais para diversos ramos do mercado.
Surpreenda-se ao conhecer o universo dos fotógrafos de macro, realizando fotografias de grande beleza e magia.

Dica: “slow sync”

Curso de Fotografia

O modo “Slow Sync” no flash é ideal para quando fotografamos em ambientes escuros, mas que possuam alguma iluminação residual. Esse modo faz um balanço entre a luz ambiente e a intensidade do disparo do flash. A técnica de “Slow Sync” deixa a foto mais natural.

Como limpar o equipamento?

Curso de Fotografia

A limpeza dos equipamentos deve ser rotina na vida do fotógrafo. O ideal é utilizar uma escova de dentes, soprador ou um pincel macio para limpar o exterior da câmera, jogando a sujeira para fora.

A parte interna e a lente não podem ser limpas utilizando sopradores, pois eles internalizam ainda mais a sujeira. Neste caso um pincel macio e fino já é o suficiente para limpar o espelho e o ccd (apenas se houver necessidade).

Para limpar a lente da objetiva é necessário um papel bem macio, um soprador ou um pincel macio e largo. Com o pincel ou soprador limpe a lente até ter certeza de que qualquer resíduo seja , por menor que seja foi retirado. Depois com o papel macio limpe a lente da objetiva. Evite usar aqueles líquidos de limpeza, normalmente não há necessidade.

 

O que é HDR?

HDR (High Dinamic Range) está contraposição ao LDR – Low Dinamic Range, que as câmeras fotográficas costumam usar. Já é de conhecimento geral que cenas de alto contrastes exigem escolher o motivo que está na parte mais ilumina ou na parte menos iluminada. Por isso muitos fotógrafos escolhiam dias nublados para fotografar locais externos.

Para produzir fotos em HDR, procuramos fazer várias fotos da mesma cena com diferença de dois pontos entre cada foto, com os extremos da fotometria feitos na baixa e na alta luz. Depois, com auxílio de programas de edição, fazemos a fusão delas e o resultado é simplesmente incrível!

Evento Social: ensaio dos noivos

Curso de Fotografia

De uns tempos pra cá, as fotos de pré-wedding se tornaram muito populares entre os casais. Aqui na Techimage, além do ensaio de casamento realizado na igreja, nós também fazemos aula prática do ensaio do book.

Esse tipo de aula prática ajuda os alunos a aprenderem como lidar e dirigir pessoas que não tem experiência como modelo, auxiliando nas possíveis poses iniciais até que o casal se sinta a vontade na frente das câmeras.

Onde devo fotometrar?

Curso de Fotografia

Definir o local em que a câmera será fotometrada é essencial. Algumas vezes a fotografia fica divida, com uma parte no sol e outra na sombra e as câmeras – sejam elas convencionais e digitais – não conseguem registrar este tipo de condição. Nestes casos é preciso decidir onde está a parte mais importante da foto, se na sombra ou no sol.

Decidido isto, faça a fotometria na parte que escolheu como mais importante. Acerte o fotômetro de sua máquina, reenquadre a cena e faça a foto. Lembre-se apenas que o motivo onde a fotometria está sendo feita deve ser meio tom, ou seja, nem muito branco, nem muito preto.

Fotografando animais

Curso de Fotografia

Para fotografar animais é preciso ter muita calma, paciência e, principalmente, cuidado. Aproximar-se lentamente e ir tirando fotos conforme for chegando mais próximo é o melhor método.

O uso de roupas discretas, camufladas, funcionam bem com a maior parte dos animais, embora alguns pássaros mais curiosos se aproximam quando há alguma cor mais berrante. Animais como tamanduás, tatus e algumas aves, muitas vezes deixam chegar muito perto.