Fotografe o pôr do sol!

Curso de Fotografia

O desejo de muitas pessoas – principalmente as que viajam bastante – é conseguir tirar uma fotografia do pôr do sol perfeito. Neste artigo vamos ensinar algumas dicas de como fazer essa foto ficar incrível:

  • Para fotografar os últimos raios de sol da tarde é preciso um tripé, uma câmera com fotômetro pontual e uma noite bem clara.
  • Ajuste sua câmera para um ISO em torno de 400 ou 800.
  • A abertura não é crítica, de modo que pode ser deixada em algo como f/4.0.
  • Faça a fotometria em pontual na parte amarela mais forte.
  • Se já houver estrelas no céu, garanta que o tempo de exposição fique em torno de pelo menos 1 segundo, isto vai fazer com as estrelas apareçam.
  • Coloque a câmera no tripé, reenquadre e faça a foto.

Onde devo fotometrar?

Curso de Fotografia

Definir o local em que a câmera será fotometrada é essencial. Algumas vezes a fotografia fica divida, com uma parte no sol e outra na sombra e as câmeras – sejam elas convencionais e digitais – não conseguem registrar este tipo de condição. Nestes casos é preciso decidir onde está a parte mais importante da foto, se na sombra ou no sol.

Decidido isto, faça a fotometria na parte que escolheu como mais importante. Acerte o fotômetro de sua máquina, reenquadre a cena e faça a foto. Lembre-se apenas que o motivo onde a fotometria está sendo feita deve ser meio tom, ou seja, nem muito branco, nem muito preto.

Como usar o flash meter?

Curso de Fotografia

O flash mater – ou fotômetro – deve ser posicionado o mais próximo possível do objeto a ser fotografado, com a célula de medição direcionado para a objetiva da câmera, tomando muito cuidado para não bloquear a luz que incide sobre a célula com o corpo.

É importante que seja apontado para o local que receba a luz principal, ou seja, onde o motivo estiver mais exposto. Lembre de conectar o cabo de sincronismo na tocha e no flash meter.

Fotometria

Curso de Fotografia

Para que a câmera reproduza com fidelidade as cores, é importante que ele receba quantidade correta de luz. O fotômetro é a parte da câmera responsável pela medição da quantidade de luz que chega a câmera. Nas câmeras SLR o fotômetro normalmente está dentro da câmera. O modo de funcionamento do fotômetro varia de acordo com o modelo da câmera, mas essencialmente é o mesmo. A luz atravessa a objetiva e parte dela é desviada para um sensor sensível à luz.

Fotometria

Os fotômetros são projetados para medir corretamente apenas a luz

de objetos que refletem 18% de luz, o que equivale a um cinza médio.

As pessoas, as paisagens e cidades estão próximas deste cinza 18%.

Quando fotografamos algo muito fora disto, devemos ter cuidado.

Neste caso, faça a leitura e ajuste da exposição em algum objeto que

seja próximo de meio tom, retorne ao enquadramento desejado e faça

a foto ignorando a mensagem de erro da máquina.

Certifique-se que o tipo de luz dos dois lugares é igual.

Se um está na sombra, o outro também tem que estar na sombra.

Numa foto meio tom a fotometria funciona convenientemente.

Técnica Palma da Mão

Na falta de objeto meio tom para medir a luz, utilize a palma da

mão. Como ela é mais clara que o cinza 18%, abra 1 ponto a

exposição para compensar (Se a velocidade indicada for 1/125,

use 1/60) . O ideal é ter a mão calibrada num cartão cinza 18%,

pois a variação pode ser até 1 ponto. A mão é sempre mais clara.

DICA: FOTOGRAFANDO OS ÚLTIMOS RAIOS DE SOL

É preciso um tripé, uma câmera com fotômetro pontual e uma noite bem clara.

Ajuste sua câmera para um ISO em torno de 400 ou 800. A abertura não é crítica, de modo que pode ser deixada em algo como f/4.0. Faça a fotometria em pontual na parte amarela mais forte. Coloque a câmera no tripé, reenquadre e faça a foto.

Se já houver estrelas no céu, garanta que o tempo de exposição fique em torno de pelo menos 1 segundo, isto vai fazer com que as estrelas apareçam!

Conte-nos como foi sua experiência!!!

Venha conhecer a Techimage!
São Paulo – SP – Tel.: (11) 2738 4464
Rua Nebraska, 90 – Brooklin São Paulo – SP
Email: foto@techimage.com.br

Conheça o site! www.techimage.com.br



Últimos raios de sol

Para fotografar os últimos raios de sol da tarde é preciso um tripé, uma câmera com fotômetro pontual e uma noite bem clara.

Ajuste sua câmera para um ISO em torno de 400 ou 800. A abartura não é crítica, de modo que pode ser deixada em algo como f/4.0. Faça a fotometria em pontual na parte amarela mais forte. Coloque a câmera no tripé, reenquadre e faça a foto.

Se já houver estrelas no céu, garanta que o tempo de exposição fique em torno de pelo menos 1 segundo, isto vai fazer com as estrelas apareçam.

Ver nossos cursos de fotografia

Fotografando cachoeiras com véu

Fotografando cachoeiras com véu. Para fazer este tipo de foto você vai precisar de: uma câmera que possa utilizar velocidade abaixo de ¼ segundos e um tripé.

1) Escolha uma cachoeira bonita com bastante água.
2) Monte o tripé num lugar firme e faça o enquadramento.
3) Coloque a câmera em prioridade de abertura ou modo manual de exposição.
4) Ajuste a velocidade para ¼ de segundo ou menor.
5) Faça a fotometria e ajuste a abertura de modo que o fotômetro indique exposição correta.
6) Pode acontecer de não ser possível encontrar uma abertura correta, mesmo utilizando a menor abertura da objetiva. Neste caso experimente colocar um filtro ND2 ou polarizador.
7) Utilizando o temporizador ou um cabo extensão faça a foto.
8) Para garantir um bom resultado faça mais duas fotos, uma com a metade da velocidade escolhida e outra com o dobro a velocidade obtida.

Ver nossos cursos de fotografia