Velocidade do obturador

Curso de Fotografia

A velocidade do obturador mais baixa podem fazer com que as fotografias saim tremidas, pricipalmente se a máquina estiver sendo segurada na mão. A menor velocidade que se deve usar nesta condição para evitar fotos tremidas é 1/f, ou seja, igual a distância focal da objetiva que se está utilizando. Se você estiver utilizando uma objetiva 50mm, então a menor velocidade você deverá utilizar 1/60s. Para velocidades mais baixas não se deve fotografar sem o auxílio de um tripé.

O que são filtros polarizadores?

Filtros polarizadores eliminam reflexos e brilhos de superfícies não metálicas e aumentam o contraste entre nuvens e céu. Ele deve ser usado quando fazemos fotografia outdoor e sempre que houverem reflexos não metálicos fortes. Ele funciona de forma rotativa, ou seja, o giramos na objetiva para obter a polarização desejada.

Existem dois tipos de polarizadores circulares (PL-C) e lineares (PL). Os polarizadores lineares, mais antigos, só podem ser utilizados em câmeras mecânicas que não possuam auto focus. Os polarizadores circulares podem ser utilizados em câmeras modernas ou antigas. Não há diferença na forma de operação para o fotógrafo. Os dois trabalham exatamente da mesma maneira.

Dica: “slow sync”

Curso de Fotografia

O modo “Slow Sync” no flash é ideal para quando fotografamos em ambientes escuros, mas que possuam alguma iluminação residual. Esse modo faz um balanço entre a luz ambiente e a intensidade do disparo do flash. A técnica de “Slow Sync” deixa a foto mais natural.

Como limpar o equipamento?

Curso de Fotografia

A limpeza dos equipamentos deve ser rotina na vida do fotógrafo. O ideal é utilizar uma escova de dentes, soprador ou um pincel macio para limpar o exterior da câmera, jogando a sujeira para fora.

A parte interna e a lente não podem ser limpas utilizando sopradores, pois eles internalizam ainda mais a sujeira. Neste caso um pincel macio e fino já é o suficiente para limpar o espelho e o ccd (apenas se houver necessidade).

Para limpar a lente da objetiva é necessário um papel bem macio, um soprador ou um pincel macio e largo. Com o pincel ou soprador limpe a lente até ter certeza de que qualquer resíduo seja , por menor que seja foi retirado. Depois com o papel macio limpe a lente da objetiva. Evite usar aqueles líquidos de limpeza, normalmente não há necessidade.

 

O que é HDR?

HDR (High Dinamic Range) está contraposição ao LDR – Low Dinamic Range, que as câmeras fotográficas costumam usar. Já é de conhecimento geral que cenas de alto contrastes exigem escolher o motivo que está na parte mais ilumina ou na parte menos iluminada. Por isso muitos fotógrafos escolhiam dias nublados para fotografar locais externos.

Para produzir fotos em HDR, procuramos fazer várias fotos da mesma cena com diferença de dois pontos entre cada foto, com os extremos da fotometria feitos na baixa e na alta luz. Depois, com auxílio de programas de edição, fazemos a fusão delas e o resultado é simplesmente incrível!

Como usar o flash meter?

Curso de Fotografia

O flash mater – ou fotômetro – deve ser posicionado o mais próximo possível do objeto a ser fotografado, com a célula de medição direcionado para a objetiva da câmera, tomando muito cuidado para não bloquear a luz que incide sobre a célula com o corpo.

É importante que seja apontado para o local que receba a luz principal, ou seja, onde o motivo estiver mais exposto. Lembre de conectar o cabo de sincronismo na tocha e no flash meter.

Fotometria

Curso de Fotografia

Para que a câmera reproduza com fidelidade as cores, é importante que ele receba quantidade correta de luz. O fotômetro é a parte da câmera responsável pela medição da quantidade de luz que chega a câmera. Nas câmeras SLR o fotômetro normalmente está dentro da câmera. O modo de funcionamento do fotômetro varia de acordo com o modelo da câmera, mas essencialmente é o mesmo. A luz atravessa a objetiva e parte dela é desviada para um sensor sensível à luz.

Exageros no Photoshop

Curso de Fotografia

A edição de imagem é uma facilidade que nos traz conforto. Muitas das situações que precisaríamos resolver na hora (objetos que aparecer de fundo, baixa ou alta iluminação, entre outros), nós acabamos por corrigir em programas de edição. É neste momento que pode acontecer erros grotescos que extrapolam o bom-senso e a realidade. Por isso, preste muita atenção no momento em que for editar as suas fotos!

Apresentação do portfólio

Curso de Fotografia

A forma mais eficiente de apresentar seu trabalho é na forma de um álbum, seja ele no formato físico ou virtual. Acrescentar elementos criativos, bonitos e impactantes pode deixar a apresentação ainda melhor. O InDesign é um programa que ajuda muito na hora de diagramar seu álbum, deixando-o profissional e valorizando seu trabalho como fotógrafo.

DICA MEGA PIXEL: QUANTO MAIS MELHOR?

O mercado fotográfico continua enfiando goela abaixo do consumidor que quanto mais megapixels melhor a câmera fotográfica. Isto está longe de ser verdade.

Diversos fatores influenciam na qualidade da fotografia digital. Em alguns casos mais megapixels pior.

O maior problema da tecnologia digital é o ruído, que são pixels com cores erráticas que aparecem nas fotografias feitas com ISO alto ou exposições muito longas. Um dos fatores que contribui para isto são pixels de área muito pequena.

As câmeras digitais compactas tem CCDS (o “filme digital”) muito pequenos, apesar dos muitos megapixels. O resultado desta compactação são pixels diminutos.
Só como referência sobre a utilidade deles, veja quantos megapixels são necessários para:
Foto 10x15cm = 1,5 megapixel;
Foto 20x30cm = 6 megapixel;
Tela cheia do monitor 15 pol. = aproximadamente 0,8 megapixel;
Quadro na parede de aproximadamente 90 x 60 cm = 6 megapixel.

Quer aprender tudo sobre fotografia? Faça os cursos da Techimage​!
Telefone: (11) 2738-4464
Endereço: Rua Nebraska, 90 – Brooklin, São Paulo/SP
Email: foto@techimage.com.br