Olhar e Prática

Se a câmera olha o mundo de forma diferente da nossa, ela também

pode trazer para o mundo de nossos olhos coisas que jamais seriam

possíveis de serem vistas. Coisas minúsculas, como o detalhe do olho

de um inseto, ou coisas mais difíceis e tocantes, como a forma de ver

o mundo de um amigo.

Seria pouco, se o limite estivesse apenas no equipamento que

usamos. O maior obstáculo à boa foto ainda está dentro de nós

mesmos.

Para fotografar bem, temos que nos despir de coisas que

embaçam nossa visão, como o preconceito, a arrogância, a

prepotência, o complexo de inferioridade, o excesso de medo e o

excesso de coragem. Tanto melhor representaremos o mundo que

queremos mostrar quanto melhores seres humanos nós formos. Este

aprendizado leva mais tempo do que o aprendizado das aberturas e

velocidades.